segunda-feira, 25 de maio de 2009

Igreja II


Mais uma, das várias que vão somando a um bolo muito amargo feito pela IGREJA que eu me recuso a engolir.

"A Igreja Católica fechou os olhos enquanto milhares de crianças eram sexualmente abusadas e submetidas a maus tratos por parte de padres e freiras na Irlanda."

Os pormenores são sórdidos,desde "crianças chicoteadas e espancadas com bastões e até instrumentos agrícolas. Por vezes apenas por falarem durante a refeição ou por serem canhotos. Quanto aos abusos sexuais iam desde interrogatório sobre a actividade sexual das vítimas, inspecção e apalpação dos órgãos genitais a beijos, masturbação, sexo oral, violação e violação em grupo."

Isto vindo do cidadão comum já considero um crime nojento, condenável sem dó nem piedade e com muitos castigos físicos porque estes merecem.
Vindo da parte da Igreja então não tenho palavras, se deixassem os senhores e senhoras acasalar metade destes problemas resolviam-se, mas é pecado.

Que me desculpem os católicos mas para mim isto não é gente com vocação, mas sim gente frustrada, complexada e com graves distúrbios psicológicos.

Notícia retirada do Correio da Manhã de 21.05.2009

1 comentário:

Tite disse...

Sobrinha,

Tens toda a razão no teu reparo.
Esses comportamentos é que fizeram muitos católicos afastar-se da Igreja.
O que provocou tanto desvio condenável foi as pessoas seguirem a carreira eclesiástica porque em alguns casos era a única maneira de certas famílias terem acesso a uma educação cuidada sem terem qualquer investimento.
Por outro lado era o subterfúgio de muito homossexual que não tinha a compreensão da actualidade.

Pronto, já percebes porque concordo contigo.

Beijossssss