quarta-feira, 8 de abril de 2009

Lua Joana



Lua do céu
Humana parida
Eras na terra
Mulher sem guarida...
Cheiravas a rosas
Cravavam-te espinhos
As tuas pegadas
Eram maus caminhos...!
Carne das arábias
Linda de morrer
Mulher sensual
Harém do sofrer...

Quando a beleza
Nos olhos não cabe
A mãe natureza
Forma tempestade!
E caem do céu
Tesouros de prata
E nós só pisamos
bonecos de lata!

Lua do céu
Tens de lés a lés
O espelho do mar
E nós a teus pés!

Joana Mulher
Lua feiticeira
Rendidos a ti...
Sem eira nem beira...
Sonhamos contigo
P'ra sobreviver
Diz a lei do céu
SONHAR É VIVER!

Raquel Maia

Aqui vos deixo o poema que a minha chefe escreveu e me ofereceu no meu aniversário do ano passado.

2 comentários:

Tite disse...

Parabéns à Joana pelo Aniversário deste ano.
Parabéns à Raquel pelas lindas palavras que te dedicou no ano passado.
Este poema, para ti,
vai durar uma vida inteira,
minha Linda Lua feiticeira.

Beijos da
Tité

LEA disse...

E não é que me esqueci de deixar comentário na quinta-feira... É que me lembrei...
Parabéns atrasados e que contes muitos, já agora são quantos???
Que lindo poema... Parabéns!!!
Beijocas e uma Santa Páscoa para vocês